Blog
Abr 28

A ansiedade nos jovens

A ansiedade nos jovens é um dos assuntos discutidos nos últimos anos na comunidade médica. As estatísticas de saúde mostram que as perturbações ansiosas e depressivas duplicaram nos últimos seis anos, entre a população geral, com o consumo de medicamentos a aumentar proporcionalmente.

Nas idades compreendidas entre os 13 e os 24 anos existe uma grande percentagem de jovens que sofrem deste tipo de perturbações e não procuram ajuda o que pode, muitas vezes, levar a consequências mais graves.

A entrada para o ensino superior traz muitas alterações à vida dos jovens. Essas mudanças podem ser vividas de forma tão intensa e radical que podem trazer episódios de grande ansiedade.

  • As rotinas ficam completamente alteradas devido aos horários diferentes que existem entre o ensino secundário e o ensino superior;
  • O círculo de amigos mudar de um momento para o outro;
  • As aulas passaram a ser com 100, 200, 300 alunos em vez de os 20 ou 30 no ensino secundário;
  • A pressão do sucesso, das notas altas e de concluir o curso no tempo estimado;

O que é que os jovens e os pais podem fazer caso sintam algum tipo de ansiedade?

  • Os pais devem manter algum distanciamento e calma, nunca entrando em pânico;
  • Procurar um médico que conheça e acompanhe o percurso do jovem;
  • Os pais devem ouvir os filhos sem julgar e estar disponível sem ser controlador;
  • Recorrer a ajuda psicológica especializada;

O que não devem fazer:

  • Automedicarem-se, pois pode comprometer a memória, a aprendizagem e o funcionamento hormonal;
  • Prolongar as tomas dos fármacos prescritos sem qualquer tipo de acompanhamento médico;
  • Os pais não devem tomar qualquer tipo de atitude punitiva em relação ao jovem.

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *