Blog
Abr 18

Coronavírus: o que vão acontecer às propinas?

A pandemia veio alterar a rotina de todos os estudantes do País, que tiveram de adaptar as suas rotinas e os seus estudos para começaram a ter aulas a partir de casa sem perderem as matérias importantes que os levará a passar de ano.

Nas universidades acontece o mesmo, sendo que as aulas via internet se podem tornar um pouco mais difíceis devido às unidades curriculares práticas que não podem ser lecionadas através de uma chamada de vídeo ou de um programa a ser transmitido pela televisão estatal.

A questão do pagamento das propinas foi colocada em cima da mesa. Com muitas aulas suspensas, os alunos do Ensino Superior questionam a continuidade do pagamento da mensalidade do seu estabelecimento de ensino.

Com meio país parado, as dificuldades económicas nas famílias estão a aparecer e a possibilidade de pagamento das propinas vai diminuir. O Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas (CRUP) tomou a decisão de não diminuir o valor das propinas.

Embora não haja a diminuição do valor ou mesmo o cancelamento do pagamento, o Estado garante ter ajudas para todos os alunos que tenham a sua situação económica e financeira menos regularizada e necessitem de algum tipo de auxílio.

As aulas vão continuar a ser lecionadas em regime de teletrabalho, tendo os professores de arranjar soluções para os desafios que vão aparecendo como, por exemplo, as unidades curriculares de componente prática que deixam de poder ser dadas da forma normal.

Tudo isto acontece enquanto as instituições de ensino tentam ajudar no combate à pandemia disponibilizando material de proteção para as unidades de saúde mais próximas ou cedendo as instalações para os investigadores poderem fazer os seus estudos.

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *